Continuidade do PSI anima setor de máquinas

DATA 07/10/2013
Continuidade do PSI anima setor de máquinas

Mesmo sem as bases definidas da renovação do programa, governo sinaliza para manutenção de taxas subsidiadas.

 

Celebrado como um plano que impulsionou a venda de máquinas e implementos agrícolas no Brasil, o Programa de Sustentação do Investimento (PSI) deve ter continuidade em 2014. A sinalização do prosseguimento do programa veio do Ministério da Fazenda e era uma demanda das indústrias do setor, que temiam a perda de mercado com o encerramento do PSI anunciado para o final do ano.

As bases do programa ainda não foram definidas pelo governo. Atualmente, o juro dado ao produtor para a aquisição das máquinas e implementos agrícolas é de 3,5% ao ano. Antes do PSI, que entrou em vigor no final de agosto de 2012 via Bndes, esta taxa era de 5,5% ao ano e chegou a cair para 2,5%.

Para as empresas do setor, a continuação do programa também é vista como um ponto positivo para seguir o crescimento do mercado de máquinas, que teve uma alta de cerca de 30% no primeiro semestre de 2013, de acordo com dados divulgados pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea).

comentários
notícias relacionadas
Aumente a produtividade da sua plantação!
Preencha o formulário e saiba porque as máquinas da KO
são as melhores opções para você!
ONDE COMPRAR
X